sexta-feira, novembro 03, 2006

João Garcia conquista o seu oitavo 8000

Shishapangma, no Tibete, é o oitavo cume com mais de 8000 metros do currículo do João Garcia. A expedição portuguesa que ali esteve foi constituida pelo Rui Rosado, Ana Silva, Bruno Carvalho e Hélder Santos. Este espírito nacionalista da expedição é um aspecto que considero de grande interesse. Julgo mesmo que é um grande contributo que o Garcia está a dar ao Alpinismo nacional (ou mais concretamente o Himalaismo), mostrando aos portugueses que não somos inferiores a nenhum outro país que coleccione feitos.
Não tenho dúvidas que com o currículo e know-how que possui, muito facilmente (acredito até que com muito menos responsabilidades e esforço) o João Garcia se encaixaria noutras expedições e cumpriria o seu objectivo de fazer os 14 cumes com mais de 8000 metros. Mas ainda bem que ele não está a pensar só em si e decidiu colocar a sua imagem (capitalizada no patrocínio do Millenium BCP) ao serviço de escaladores mais jovens mas com potencial idêntico ao seu.

A equipa portuguesa

Tanto quanto me foi dado a perceber pelos posts do Aurélio Faria no blog da SIC onde a expedição foi sendo acompanhada, as coisas correram sempre pelo melhor até muito perto do final. Apenas a Ana e o Helder não se sentiram em condições de subir ao cume, os restantes três e um sherpa que os apoiou pisaram o cume do Shisha Pangma no passado dia 31 de Outubro.
Infelizmente a história nao se ficou por aqui uma vez que já que na descida o Bruno Carvalho veio a falecer (mas sobre isto fale quem sabe, eu só quero mesmo falar da parte boa da coisa!!).

1 comentário:

Sara disse...

O Garcia é outro que é dotado de muita macheza. Uma verdadeira inspiração que deveria ser tomada em conta quando se tenta virar a cara à luta.

(no entanto, meu desgraçado reles, consegues ser mais macho que ele!)