terça-feira, abril 29, 2008

Os Cravos e a Ferradura

Fim-de-semana da Liberdade e Coiso e Cravos. Fui ao Fundão dar descanso à cabeça e porrada ao corpo. Com esta empreitada do Europeu de Trialto, ou Triatlo ou lá como se escreve, toda a minha existência foi relegada para segundo plano. Confesso até que não corto o cabelo há meses, as unhas: não corto há anos. Banho: tomei há três quinze dias atrás. Mas bom... voltanto ao que interessa: Fundão, fui, é bunito, tem gente muito bunita.

OS CRAVOS
Ainda na sexta, pela matina, em Lx e depois de uma noite em que estive adoentado (logo abichanado e por isso não fui ver gajas ao Santiago Alpinista) decidi aviar umas horas de Bike (mais de três). Cheguei ao Fundão ao final da tarde embuído do verdadeiro espírito da Liberdade e vai de Plantar Cravos nos pontos mais relevantes que ali vi ao pé (Gardunha). Carreguei a minha cartucheira com três bunitos cravos e larguei um na Pedra D'Hera, outro no Posto de Vigia e outro na Casa do Guarda. Tudo isto em 1h45m de corrida. É brutal que, mesmo não estando a correr a ponta dum chavelho, sítios que quando era rapaz novo ficavam tão longe estão agora ali ao lado. Acho que com o tempo as coisas ficam mais pequenas (bom...espero que isto não seja válido exactamente para TUUUUDOOO...). Adiante!

Como sou anormal e achei que ainda tinha mais cravos. Pûs-me a pensar e decidi ir plantar um à Torre no sábado de manhã. Fui de bike e com a roupa de inverno mais quentinha que lá tinha. Todo de preto. Amigos: estavam mais de 30º!!!! Derreti que nem trampa ao sol!! Só não dei meia-volta antes de chegar à Torre porque recebi muitas mensagens de alento serra acima, tipo: "vai que os outros já lá vão!!", "anda que és o último!!" e merdas afins. Para mais, sou um gajo que curto à brava Praia e aquilo lá em cima mais parecia Carcavelos, até Feira havia!! VIVA A NATUREZA!!!!

Posto isto, achei que ainda não tinha dado ao corpo o tratamento merecido por mais uma semana em que nada de útil ele fez, decidi aviar mais um trotezinho de corrida ao final da tarde, pa desenjoar!

E pronto, foi isto. Ainda tive esperenças de no domingo plantar mais um cravo num sítio qq parvo mas já não tive gás! Eu não queria, mas obrigaram-me a ir a uma Discoteca Espectacular chamada English Bar onde ainda passa aquela "Baby don't hurt me, don't hurt me no more....". Estive à espera do "I like to move it, move it"... mas como não passou e eu sou muita cristão, achei que devia bazar mais cedo por não ser digno de tanta coisa gira e boa.

A FERRADURA
Nesta história toda a Ferradura foi a velha bêbada que achou que um carro cabe na Travessa da Cale (tem 1,70 de lado ali mesmo em frente à ex-Casa do meu Avô Dr. Cesar, o Botelho...). O resultado está neste vídeo. Claro que istou levou uma hora a desfazer, veio a bófia, vieram os bebâdos manobradores e depois a velha ainda tripou com o meu telemóvel que, como lhe disse não estava a gravar, gravei isto com os olhos e o cartão de memória que tenho na carola :-)


Sorte e saúde rapaziada!!

6 comentários:

paulo lamego disse...

David..........és o meu heroi....
além de granda maluco, ainda consegues curtir esta treta de dar cabo do corpinho.
Temos que combinar os treininhos de bike aqui no deserto.
Dá um toque, traz o corpinho, que eu dou-te a sova.

um abraço

Sérgio Leal disse...

ainda esperei que na ultima visses correr a viena, mas ficaste pela serras portuguesas :) tambem nao é mau... a diferenca é que aqui nao há feiras nem carros a passar e a gritar contigo... é pena... ;)

Miguel Taborda disse...

és um poeta mê prime!

andre_amaro disse...

catano, se fosse na frança aquela rua tinha 4 faixas!! e para cada lado!

dvaz disse...

Lamego: tu agora não queiras bater em velhinhos! Ando aqui que pareço um trapo. Mas deixa lá passar o Campeonato da Europa e acertamos ai um duelo nas areias do deserto!! :-)


Jo: é verdade mon ami!! Acabou por não ser mesmo possivel estar a sair nesta altura. Depois de Barcelona tive de desligar o fusível de atleta. Em breve volto à carga e ver se te faço, finalmente, uma visita!!

Mê prime/ Puto Estúpido: quando é que vais prá Bélgica? Tu leva-me chemises de vénus que aquilo diz que é uma farturinha!

Ómar, o Pidá: o meu avô ainda pensou lá fazer uma auto-route em lata, tipo uma "almotelia" em tamanho gigante mas depois o PDM não deixou!! :-)

Caparicas disse...

É só para dizer que o grande Heroi do teu grande cunhado "Toni Caparicas", ja conseguiu passar nessa quelhinha, noutros tempos, com um SWIFT e ainda por cima do lado da Rua da Cale para a Avenida!!! Com a Conceiçãozinha Fradinha a gritar "" Ixo não Paxa AI!!""